Duvida sobre ext3 ou ext4

editado January 2011 em Dúvidas Iniciais
Eu instalei o linux mint 10 tenho 40 gb instalei assim / 12000 ext4 /home 26000 ext4 swap 2000

Essa e a configuracao do pc :

processor : 0
vendor_id : GenuineIntel
cpu family : 15
model : 6
model name : Intel(R) Celeron(R) D CPU 3.06GHz
stepping : 5
cpu MHz : 3067.056
cache size : 512 KB
fdiv_bug : no
hlt_bug : no
f00f_bug : no
coma_bug : no
fpu : yes
fpu_exception : yes
cpuid level : 6
wp : yes
flags : fpu vme de pse tsc msr pae mce cx8 apic mtrr pge mca cmov pat pse36 clflush dts acpi mmx fxsr sse sse2 ss ht tm pbe nx lm constant_tsc up pebs bts pni dtes64 monitor ds_cpl cid cx16 xtpr pdcm lahf_lm
bogomips : 6134.11
clflush size : 64
cache_alignment : 128
address sizes : 36 bits physical, 48 bits virtual
power management:

Esse pc nao e novo ja o tenho a algum tempo acontece que tenho notado que quando abro varios programas o mint trava e reinicia .

Queria saber se a causa disso e o pc ou a forma que particionei ou a versao do mint que to usando qual seria a melhor particao e a melhor versao do mint pra esse pc

Comentários

  • ruizuikedaruizuikeda Ikeda
    editado January 2011
    dê uma lida nesse artigo:
    http://www.guiadohardware.net/artigos/ext4/
  • klodsklods clodoaldops
    editado January 2011
    [b]SISTEMAS DE ARQUIVOS[/b]

    [b]FAT16[/b]: O FAT16 é um dos sistemas de arquivos mais simples ainda na ativa. Devido ao uso de endereços de 16 bits, ele pode ser usado em partições de no máximo 2 GB. Devido à simplicidade, ele é suportado por câmeras, mp3players, celulares e diversos outros tipos de dispositivos, daí o uso em cartões de memória.

    [b]FAT32[/b]: É similar ao FAT16, mas usa endereços de 32 bits, o que permite o uso de partições maiores. O FAT32 é uma espécie de mínimo múltiplo comum entre os sistemas de arquivos, pois as partições podem ser acessadas sem dificuldades tanto no Windows quanto no Linux. Por outro lado, ele possui diversas limitações, incluindo a ausência de suporte à permissões, enorme tendência à fragmentação e o limite de 4 GB para o tamanho dos arquivos.

    [b]EXT2[/b]: Foi o primeiro sistema de arquivos a ser usado em larga escala no Linux. O grande defeito é que ele não possui suporte a journaling, o que obriga o sistema a fazer uma demorada verificação cada vez que o PC é desligado incorretamente, além de aumentar a possibilidade de perda de dados. É considerado obsoleto e raramente usado hoje em dia.

    [b]EXT3[/b]: É o sucessor do EXT2 e o sistema de arquivos usado por padrão em praticamente todas as distribuições Linux atuais. A principal diferença entre os dois é que o EXT3 suporta o uso de journaling, que permite que o sistema de arquivos mantenha um relatório de todas as operações e possa ser recuperado muito rapidamente em caso de pane, ou quando o PC é desligado no botão. Ele é também um dos sistemas de arquivos mais rápidos e oferece uma boa segurança contra perda de dados.

    [b]ReiserFS[/b]: O ReiserFS foi o principal concorrente do EXT3 nos primeiros anos. Ele oferece uma boa tolerância contra falhas, um bom desempenho e um bom gerenciamento de arquivos pequenos. O grande problema é que o ReiserFS v3 (a versão usada na maioria das distribuições) não recebe grandes atualizações há muitos anos e o desenvolvimento da versão 4 está paralisado. Isso faz com que ele não seja uma boa opção hoje em dia.

    [b]NTFS[/b]: É o sistema de arquivos usado por padrão a partir do Windows XP. Ele oferece muitas melhorias sobre o antigo FAT32 e suporta o uso de partições maiores. Até recentemente, não existia suporte de escrita em partições NTFS no Linux, o que dificultava a vida de quem usava os dois sistemas em dual-boot, mas isso foi solucionado com o NTFS-3G, que é usado por padrão na maioria das distribuições atuais.

    [b]XFS e JFS[/b]: Estes são dois sistemas de arquivos muito usados em servidores, que oferecem vantagens sobre o EXT3 em algumas áreas. O XFS permite redimensionar partições sem desligar o sistema e oferece um suporte aprimorado a quotas de disco, enquanto o JFS oferece um melhor desempenho em algumas tarefas comuns em servidores, por exemplo. Entretanto, eles não são muito recomendáveis para uso em desktops, onde o EXT3 é uma solução muito mais simples.

    [b]EXT4[/b]: É o sucessor do EXT3, que começou a ser usado a partir do início de 2009. Ele incorpora diversas melhorias, incluindo um novo sistema de alocação de espaço, que reduz a fragmentação dos arquivos, melhorias no desempenho e suporte a arquivos de até 16 terabytes (contra o máximo de 2 terabytes do EXT3). É prudente aguardar até que ele comece a ser usado por default nas principais distribuições antes de começar a usá-lo.

    [b]Linux-Swap[/b]: É a opção destinada a criar uma partição swap. Diferente do Windows, onde o swap é feito em um arquivo, no Linux é usada um partição separada, que utiliza um sistema de arquivos otimizado para a tarefa.

    http://www.guiadohardware.net/guias/entendendo-linux/gparted.html
  • editado January 2011
    Ja pensou em ser algum problema com memória RAM ou até mesmo quantidade de memória pouca para a quantidade de aplicativos que você quer utilizar ao mesmo tempo...?!?!?

    Valeu...

    Fui...

    Até mais...!!!
Entre ou Registre-se para fazer um comentário.