Ferramentas do usuário

Ferramentas do site


redes:vnc_vino

VINO

Vino é o servidor VNC do ambiente desktop GNOME, por padrão ele já vem instalado no Linux Mint, sendo necessário apenas habilitá-lo.

Configuração Básica

Para habilitar o servidor Vino, você pode procurar no menu por “Compartilhamento da Área de Trabalho” que no MATE está em “Preferências”. ou abrir o terminal e digitar o comando vino-preferences

Para ativar o Vino basta você clicar em “Permitir que outros usuários vejam sua área de trabalho”, lembrando que isso faz com que o servidor seja iniciado junto com o sistema. As outras opções são auto explicativas…

Permitir que outros usuários controlem sua área de trabalho: Se estiver desabilitado o usuário apenas poderá ver sua área de trabalho, sem poder interagir.

Você deve confirmar cada acesso à esta máquina: Aparecerá uma janela cada vez que alguém, tentar se conectar a sua máquina, pedindo sua permissão. Se você precisa acessar essa máquina sem que alguém precise confirmar a cada conexão, terá que desabilitar.

Exigir que o usuário digite essa senha: Exige uma senha para poder acessar sua máquina. Não preciso nem falar que se você desabilitar a opção anterior, é melhor habilitar essa, ou qualquer pessoa terá acesso ao seu computador e você nem saberá, e por favor, coloque uma senha decente.

Automaticamente configurar roteador UPnP para encaminhar portas: Se você não sabe o que é isso, é melhor pesquisar, se seu roteador estiver com essa opção habilitada, o servidor, faz exatamente isso, configura o roteador para encaminhar as portas usadas.

Mostrar ícones na área de notificação: Nem preciso explicar.

Configurações Avançadas

Existem algumas opções que não são apresentadas na tela de configuração, podendo apenas serem acessadas através dos comandos gsettings, gconftool, ou através do editor gráfico dconf-editor, aqui vou ensinar usando o gsettings através do terminal.

Para alterar uma opção do vino usando o gsettings usamos o seguinte comando:

  gsettings set org.gnome.Vino [CHAVE] [VALOR]

Onde [CHAVE] é a opção que vamos mudar e [VALOR], ah você entendeu.

Desabilitar Criptografia

Caso você vá acessar o computador usando um cliente que não aceite criptografia, ou deseje usar o vnc através de ssh, que já é criptografado, você pode desabilitar a opção require-encryption do vine.

  gsettings set org.gnome.Vino require-encryption false

Obviamente para habilitar, você deve trocar false por true

Métodos de Autenticação

É o método usado para autenticar, atualmente os únicos métodos disponíveis são vnc e none, não toque nisso. O campo é authentication_methods seu valor padrão é [vnc]

  gsettings set org.gnome.Vino authentication_methods '[vnc]'

Desabilitar Papel de Parede

Você pode desabilitar o papel de parede, quem estiver acessando seu computador não verá seu papel de parede, isso pode ajudar um pouco com a qualidade da conexão. A opção é disable_background e o valor padrão é false.

  gsettings set org.gnome.Vino disable_background true

Mudar a porta padrão do VNC

Para usar um valor alternativo de porta para o vnc, você deve especificar a porta a ser utilizada com a opção alternative_port que tem como valor padrão 5900, e habilitar o uso de uma porta alternativa com a opção use_alternative_port que tem como valor padrão false. O valor da porta deve estar entre 1 e 65535, mas evite portas abaixo de 1023, eu to avisando.

  gsettings set org.gnome.Vino use_alternative_port true
  gsettings set org.gnome.Vino alternative_port 6000

Bloquear após desconectar

Se quiser que a tela seja bloqueada logo após se desconecatar, use a opção lock_screen_on_disconnect o valor padrão é false.

  gsettings set org.gnome.Vino lock_screen_on_disconnect true

Email

Você pode colocar seu email aqui, mas pra falar a verdade eu não sei para que serve, deve ser para te enviar um email sempre que alguém se conectar ao computador, se alguém souber me avisa.

  gsettings set org.gnome.Vino mailto [email protected]

Limitar acesso a uma interface

Você pode limitar o acesso a sua máquina a uma interface de rede, caso possua mais de uma, por exemplo permitir que seja acessado seu servidor se a conexão vier pela placa ethernet. A opção é network_interface por padrão vem vazio.

  gsettings set org.gnome.Vino network-interface eth0

Atualizar a tela toda

Existe uma opção que se habilitada faz com que a tela toda seja enviada a cada atualização, por padrão o vnc envia apenas as partes que foram alteradas a cada atualização, o que é claro consome mais recurso da conexão, mas se você estiver usando apenas dentro da rede local, pode valer a pena. A opção é disable_xdamage e o valor padrão é false

  gsettings set org.gnome.Vino disable_xdamage true

Opções que já estão disponíveis na GUI

As opções abaixo estão disponíveis via vino-preferences

Opção vino-preferences Valor Padrão
enabled Permitir que outros usuários vejam sua área de trabalho true
view_only Permitir que outros usuários controlem sua máquina false
prompt_enabled Você deve confirmar cada acesso à essa máquina true
vnc_password Exigir que o usuário digite esta senha vazio
use_upnp Automaticamente configurar roteador UPnP para abrir e encaminhar portas false
icon_visibility Mostar ícone da área de notificações always

Conectando ao Vino

Por padrão após fechar o vino-preferences, o servidor já deve estar ativo e por padrão escutando as portas 5800 e 5900, para verificar você pode usar o comando:

  sudo netstat -pl | grep vino

vai retornar algo assim:

  tcp        0      0 *:5900              *:*                  OUÇA       4237/vino-server
  tcp6       0      0 [::]:5800           [::]:*               OUÇA       4237/vino-server
  tcp6       0      0 [::]:5900           [::]:*               OUÇA       4237/vino-server

Caso não esteja ativado você pode executar o comando abaixo:

  /usr/lib/vino/vino-server &

Você pode conectar ao vino com praticamente qualquer cliente vnc, basta especificar o ip do computador no qual você configurou o servidor vino, em alguns cliente você pode ter que informar a porta que será usada na conexão, que por padrão é a 5900.

Caso você queira conectar de um computador com windows, você ou deve desabilitar a criptografia no vino (como é mostrado em Configurações Avançadas), ou deve usar um cliente que possa usar criptografia como o SSVNC

Se você tiver com o firewall ufw habilitado (e você realmente deveria estar), você precisará permitir o trafego na porta utilizada. Use o comando abaixo para habilitar o trafego na porta 5900 ou a que você tiver configurado.

  sudo ufw allow 5900

Para saber mais sobre ufw, acesse a página da wiki: UFW - Uncomplicated Firewall

Referências

redes/vnc_vino.txt · Última modificação: 2015/09/08 12:58 por 8812