Ferramentas do usuário

Ferramentas do site


diversospreferences:novidades_17.3-rosa-xfce

O Que Há de Novo: Linux Mint 17.3 "Rosa" (XFCE)

Linux Mint 17.3 é um lançamento de suporte a longo prazo, que será suportado até 2019. Ele vem com programas atualizados, trás melhorias e diversas novas funcionalidades para tornar sua experiência de uso mais confortável. Linux Mint 17.3 “Rosa” XFCE Edition

Rasgo na tela e gerenciadores de janelas

Agora as “Configurações de Área de Trabalho” possui suporte para mais gerenciadores de janela e composição. Além dos tradicionais gerenciadores de janelas Marco, Metacity e Xfwm4, você encontrará as seguintes opções:

  • Openbox: Um gerenciador muito rápido e muito leve.
  • Compiz: Um dos gerenciadores de janelas mais visualmente impressionante disponível para Linux.
  • Compton: Um gerenciador de composição que pode ser usado em complemento com Marco, Metacity, Xfwm4 ou Openbox.

Foi adicionada uma nova sessão de ajuda para explicar os vários conceitos em torno dos gerenciadores de janelas e de composição. Configurações da Área de Trabalho: Uma nova sessão de ajuda, mais com gerenciadores de janelas compatíveis, melhor suporte ao compiz, e integração com compton para resolver problemas com rasgo na tela (screen-tearing).

Alternar entre os gerenciadores de janelas tem efeito imediato, então não é mais necessário fazer log out.

Agora o Compton vem instalado por padrão e configurado para prevenir rasgos na tela (screen-tearing. Se você vê linhas horizontais enquanto assiste vídeos ou quando está jogando, simplesmente acione-o para que essas falhas irem embora.

Já para o Compiz, que já estava integrado com o Linux Mint 17.2, ficou ainda melhor:

  • Janelas Wobbly são ativadas por padrão (a razão para pelo qual o Compiz foi adicionado é o fator “uau”, então nada mais justo do que usar o plugin mais notável de todos).
  • Os perfis do Compiz foram movidos para o dconf (o que resolve um problema onde mudanças nas configurações do Compiz não eram gravadas na sua primeira sessão).
  • Os perfis do Compiz podem ser reiniciados a partir da ferramenta de “Configurações da Área de Trabalho”. Se você cometeu um erro ou quebrou sua configuração do Compiz, não existia nenhuma forma de arrumar isso a não ser manualmente… agora isso é feito clicando o botão “Reiniciar as configurações do Compiz”.
  • Agora o Compiz suporta o Virtualbox.

Finalmente, dois novos comandos foram adicionado no Linux Mint 17.3:

  • “wm-detect” para mostrar informações sobre qual gerenciador de janelas/composição está rodando.
  • “wm-recovery” para recuperar e voltar para o gerenciador de janela padrão.

Fontes de Aplicativos

Repositórios de software são muito importantes. Nós os usamos todas as vezes em que instalamos novos programas ou executamos atualizações. Eles precisam ser rápidos e confiáveis. Este é o foco principal no desenvolvimento do Linux Mint 17.3.

Repositórios de software são espelhados (ou seja, duplicados em vários servidores) por todo o mundo. O objetivo principal da ferramenta de configuração de Fontes de Aplicativos é fazer com que seja fácil de achar o melhor espelho para você; um que seja:

  • Confiável e totalmente atualizado
  • Rápido e responsivo

Para encontrar o espelho mais rápido, a ferramenta Fontes de Aplicativos, agora detecta sua localização e inicia seus teste de velocidade com espelhos próximos a você.

A ferramenta Fontes de Aplicativos testa espelhos perto de você, mais precisa que antes e agora consegue detectar espelhos que não estão atualizados.

Espelhos do seu próprio país são testados primeiro, depois são testados de países visinhos, e então finalmente da sua sub-região e da sua região do mundo.

Digamos que você more na Holanda, os espelhos serão testados nesta ordem: Primeiro são testados os servidores holandeses, depois da Bélgica e Alemanha, em seguida os da Europa Ocidental, e então finalmente os espelhos de toda a Europa.

Testes de velocidade são muito mais precisos que antes. Eles são executados um após o outro e com arquivos grandes (para aumentar a precisão ao medir a velocidade).

Finalmente, a ferramenta de Fontes de Aplicativos é mais confiável que antes:

  • Mesmo que o espelho esteja funcionando corretamente, a ferramenta pode detectar se seu conteúdo está atualizado.
  • Agora é testado se os PPAs (Personal Package Archives) são compatíveis.

Gerenciador de Atualização

O Gerenciador de Atualizações agora executam mais verificações que antes. Ele avisa se o espelho que você está usando está desatualizado: Agora os espelhos obsoletos são detectados.

Isso previne que o sistema seja danificado caso esse espelho (ou seu cache local) esteja corrompido: O Gerenciador de Atualização protege contra espelhos corrompidos ou cache.

E ele mostra uma pequena dica mesmo que tudo estiver bem se espelhos mais rápidos estiverem disponíveis: É recomendado o uso de espelhos locais.

O cache loca normalmente é atualizado a cada 30 minutos. Agora é atualizado 10 minutos após você logar, e depois a cada 2 horas. Ambas configurações são configuráveis.

Gerenciador de Drivers

O Gerenciador de Driver é mais robusto que antes. Ele atualiza o cache antes de procurar por drivers e reporta atualizações e erros de instalação se apropriado. Agora os Drivers são ordenados por status e o Gerenciador de Drivers indica se os drivers são Código Aberto ou não. O Gerenciador de Drivers recebeu melhorias na Interface e no seu funcionamento. Agora o Gerenciador de Drivers também carrega muito mais rápido e faz a detecção dos drivers em segundo plano.

Quando um chipset Broadcom é detectado, junto com os drivers recomendados da Broadcom STA, o Gerenciador de Drivers agora também lista os instaladores B43 (note que estas opções necessitam de uma conexão Ethernet).

Tela de Login

O suporte à HiDPI foi melhorado no gerenciador de login MDM.

Foram corrigidos diversos problemas relacionados à HiDPI, principalmente com HD TVs conectadas através de HDMI.

A forma como funciona o suporte a HiDPI no MDM foi redesenhada. Antes era dobrada a densidade de pixels em telas HiDPI, o qye algumas vezes resultava em uma tela de login que parecia grande demais em alguns monitores HiDPI. Agora funciona buscando uma densidade de pixel ideal, então a relação de escalanda não é apenas 1x ou 2x, mas é caluculado um valor apropriado. A tela de login tem um teclado na tela e suporte a HiDPI melhorado

Para melhorar o suporte para telas de toque e dispositivos móveis, foi adicionado um teclado na tela. Este teclado está disponível para o tema padrão (“Mint-X”) e disponibiliza tanto os caracteres comuns quanto os especiais.

Melhorias do sistema

Xorg, Mesa e Kernel Linux foram atualizados.

Na maioria dos casos, isso melhora o suporte a hardware. Imacs, por exemplo, não precisam mais usar nomodeset, scrolling agora funciona em alguns touchpads da Asus, suspender ficou mais rápido em macbooks…etc.

Kernel 4.2.0 também está disponível nos repositórios. Mas mesmo assim, tenham cuidado com ele caso esteja usando drivers proprietários. No momento, os seguintes drivers não funcionam com ele:

  • fglrx (ATI/AMD drivers)
  • bcmwl-kernel-source (drivers wireless Broadcom STA)
  • ndiswrapper (wireless drivers do Windows)

O suporte para esses drivers com kernel 4.2.0 deve ser melhorado depois de Fevereiro de 2016.

Melhorias no trabalho artístico

Linux Mint 17.3 vem com uma maravilhosa coleção de papéis de parede de Calexil, Falcon Photography, Jan Kaluza, Jen K, Konstantin Leonov, Sezgin Mendil and Vinod Chandar. Uma visualização de alguns novos papéis de parede

Todos os papéis de parede do Linux Mint “Qiana”, “Rebecca” e “Rafaela” também estão presentes.

Outras melhorias

A tela de Boas vindas foi levemente redesenhada.

LibreOffice foi atualizado para a versão 5.

O leitor de tela “Orca” já vem instalado por padrão.

Agora a previsualização-Nemo está instalada por padrão. Para previsualizar um arquivo, simplesmente selecione-o e pressione a barra de espaço.

Agora os métodos de entrada são manipulados por mintlocale, que substitui im-config no menu.

Inxi foi atualizado e agora suporta múltiplas placas de vídeo.

Ao usar uma pasta pessoa criptografada, a memória swap não é mais criptografada por padrão e a hibernação funciona sem precisar de nenhuma configuração adicional.

Suporte a OpenVPN já está instalado por padrão.

Componentes principais

Linux Mint 17.3 vem com Xfce 4.12, MDM 2.0, kernel Linux 3.19 e base de pacotes do Ubuntu 14.04.

Estratégia de Suporte a Longo Prazo

Linux Mint 17.3 receberá atualizações de segurança até 2019. Até 2016, futuras versões do Linux Mint will usarão os mesmos pacotes base do Linux Mint 17.3, tornando simples para as pessoas atualizarem.

diversospreferences/novidades_17.3-rosa-xfce.txt · Última modificação: 2015/12/28 13:59 por 8812