Ferramentas do usuário

Ferramentas do site


Writing /var/www/html/linuxmint.com.br/wiki/data/cache/cache_stats.txt failed
cinnamon
Writing /var/www/html/linuxmint.com.br/wiki/data/cache/cache_stats.txt failed

Diferenças

Aqui você vê as diferenças entre duas revisões dessa página.

Link para esta página de comparações

Ambos lados da revisão anterior Revisão anterior
Próxima revisão
Revisão anterior
cinnamon [2012/02/21 16:37]
1211
cinnamon [2020/05/11 03:54] (atual)
Linha 1: Linha 1:
-====== ​Introdução ao desktop ​Cinnamon ​======  +====== Cinnamon (interface ​de usuário) ====== ​
- +
-Este tutorial guiará o leitor através do desktop Cinnamon, o novo ambiente gráfico a ser utilizado no Linux Mint 13. O Cinnamon foca na manutenção de funcionalidades e design clássicos, surgindo como uma excelente alternativa ao Gnome 3 e Unity. +
- +
-<note important>​Não há qualquer garantia de que esse procedimento vá funcionar com você, portanto utilize-o por sua conta e risco!</​note>​ +
-\\ +
- +
-===== Instalando o Cinnamon no Linux Mint 12 ===== +
- +
-O Cinnamon já foi incluído nos repositórios do Linux Mint 12 (Lisa). Antes de instalá-lo,​ porém, é necessário atualizar sua lista de pacotes. Para fazê-lo, abra o terminal e digite: +
- +
-    sudo apt-get update +
- +
-Após realizar este procedimento você estará apto a instalar o desktop. Ainda no terminal tecle: +
- +
-    sudo apt-get install cinnamon +
- +
-O Cinnamon será, então, baixado e instalado. Para acessá-lo saia da sessão atual e clique no ícone da ferramenta, na tela de login, e selecione Cinnamon:  +
- +
-{{:​2k.jpg|}} +
- +
-\\ +
- +
-===== Utilizando o Cinnamon ===== +
- +
-A ferramenta de navegação principal do Cinnamon é o clássico painel de sistema, localizado, por padrão, na parte de baixo da tela. Ele contém o botão de menu prinicipal, o ícone para mostrar a área de trabalho, atalhos, os programas que estão atualmente abertos e os widgets no lado direito. Acima dos submenus está a conhecida barra de pesquisa. +
- +
-{{:​screenshots:​3kk.jpg|}} +
- +
-Para abrir um programa, clique com o botão esquerdo do mouse sobre ele. Se você clicar com o botão direito do mouse será aberto um pequeno submenu, onde você encontrará a opção de fixar o aplicativo no painel, na área de trabalho ou no menu de favoritos, à esquerda. Na versão 1.2 há um bug, o qual permite que seja adicionada uma grande quantidade de programas ao menu de favoritos. Eventualmente isso fará com que o menu cresça, saindo do campo de visão da tela, logo se certifique de não adicionar muitos deles. +
- +
-{{:​screenshots:​4kk.jpg|}} +
- +
-No Cinnamon você também encontrará o Cinnamon Setttings. Nele você poderá mudar o formato do calendário,​ adicionar diferentes temas, efeitos e applets, modificar a orientação do painel (por enquanto limitado apenas a base e topo da tela, ou a ambos simultaneamenteou instalar extensões adicionais:​ +
- +
-{{:​screenshots:​5kkk.jpg|}} +
- +
-Como no Gnome 3, você pode colocar a seta do mouse no canto superior esquerdo para obter uma visão organizada de todas as janelas abertas. Porém, essa opção fará desaparecer todos os outros itens de controle. Além disso não há um substituto do painel de controle, como no Gnome 3.   +
- +
-{{:​screenshots:​6kkk.jpg|}} +
- +
- \\ +
- +
-===== Informações adicionais ===== +
- +
-Autor: **Christian Schmalfeld**  +
-Última edição: **17/​02/​2012** +
-\\ +
- +
-====Referências ​===== +
-  * [[http://​www.howtoforge.com/​introduction-to-the-linux-mint-cinnamon-desktop|How to Forge]] +
- +
  
 +Cinnamon é uma interface de usuário derivada (em inglês: forked) do GNOME desenvolvida pelo Linux Mint.
  
 +Como o fator distintivo do Linux Mint, o Cinnamon recebeu uma cobertura favorável da imprensa, em particular por sua facilidade de uso e curva de aprendizagem suave. Com relação ao seu modelo de design, o Cinnamon é semelhante aos ambientes de desktop: GNOME 2, GNOME Flashback, MATE e Xfce.
  
 +É a interface padrão do Linux Mint, mas também está disponível em outras distribuições GNU/Linux, como Fedora, Manjaro Linux, Debian, openSUSE, Sabayon Linux, Ubuntu entre outras.
  
 +==== História ====
  
 +Como vários outros ambientes de desktop baseados no GNOME, incluindo o Unity da Canonical, o Cinnamon foi um produto da insatisfação com o abandono de uma experiência de desktop tradicional em abril de 2011. Até então, o GNOME tinha incluído a metáfora tradicional do desktop, mas o GNOME 3 foi substituído pelo GNOME Shell, uma metáfora abstrata severamente reduzida que não possuía um painel tipo barra de tarefas e outros recursos básicos de um desktop convencional. A eliminação desses recursos elementares era inaceitável para os desenvolvedores de distribuições como o Linux Mint e o Ubuntu, que são focados em usuários que desejam interfaces com as quais ficariam imediatamente confortáveis.
  
 +Para superar essas diferenças,​ a equipe do Linux Mint começou a desenvolver extensões para o Shell do GNOME para substituir os recursos abandonados. Os resultados desse esforço foram as "Mint GNOME Shell Extensions"​ (MGSE). Enquanto isso, o ambiente de desktop MATE também foi bifurcado do GNOME 2. O Linux Mint 12, lançado em novembro de 2011, incluiu os dois, dando aos usuários a escolha do GNOME 3-com-MGSE ou de um desktop GNOME 2 tradicional.
  
 +No entanto, mesmo com o MGSE, o GNOME 3 ainda estava perdendo os confortos do GNOME 2 e não foi bem recebido pela comunidade de usuários. Na época, alguns dos recursos ausentes não podiam ser substituídos por extensões, e parecia que as extensões não seriam viáveis a longo prazo. Além disso, os desenvolvedores do GNOME não eram receptivos às necessidades dos desenvolvedores do Mint. Para dar aos desenvolvedores do Mint um controle melhor sobre o processo de desenvolvimento,​ o GNOME Shell foi bifurcado como '​Projeto Cinnamon'​ em janeiro de 2012.
  
 +Gradualmente,​ vários aplicativos principais foram adaptados pelos desenvolvedores do Mint. Começando com a versão 1.2, lançada em janeiro de 2012, o gerenciador de janelas do Cinnamon é o Muffin, que originalmente era uma bifurcação do Mutter do GNOME 3.[4]Da mesma forma, desde setembro de 2012 (versão 1.6 em diante), o Cinnamon inclui o gerenciador de arquivos Nemo que foi bifurcado do Nautilus. O Cinnamon-Control-Center,​ incluído desde maio de 2013 (versão 1.8 em diante), combina a funcionalidade do GNOME-Control-Center com o Cinnamon-Settings e permite gerenciar e atualizar applets, extensões, desklets e temas através do Centro de Controle. O Gnome-Screensaver também foi bifurcado e agora é chamado de Cinnamon-Screensaver.
  
 +Desde outubro de 2013 (versão 2.0 em diante), o Cinnamon não é mais um frontend em cima da área de trabalho do GNOME, como o Unity ou o GNOME Shell, mas um ambiente de desktop separado por si só. Embora o Cinnamon ainda seja baseado nas tecnologias do GNOME e use o GTK+, ele não precisa mais instalar o próprio GNOME.
  
 +==== Características ====
  
 +Muito parecida em funcionalidade com a interface dos Windows XP, 2000, Vista e 7, é tida por muitos como a melhor opção para os novos usuários que deles tenham migrado. É uma interface que pode ser amplamente personalizada pois conta com temas, extensões, widgets e aplicativos que podem ser instalados de acordo com a necessidade e preferência dos usuários.
cinnamon.1329842246.txt.gz · Última modificação: 2020/05/11 03:54 (edição externa)