Linux Mint 19.1 Mate lento em Notebook Semp Toshiba Is 1462

Boa noite amigos, desde dezembro de 2018 ingressei no universo Linux através do Mint. Instalei primeiramente no meu desktop e era só alegria, até resolver instalar no meu Notebook também.

O note em questão é um Semp Toshiba is 1462 com 2gb ddr2 667Mhz de RAM, processador Pentium dual-core T3400 de 2.16Ghz e um SSD de 120Gb.

Com essa configuração o note rodava redondinho com o Windows 7, mas como estava satisfeito com os resultados do Mint no desktop resolvi instalar a versao 19.1 MATE no note achando que rodaria melhor do que com o Windows 7. Para a minha surpresa está rodando beeeeem mais lento. Quando eu abro o Firefox demora consideravelmente para abrir qualquer página. Nesse momento estou instalando o google chrome para ver se o problema de lentidão se resume a escolha do navegador. Acredito que mas... não custa tentar.

Enfim, fui do céu ao inferno quando resolvi instalar o mint no notebook também que estava funcionando bem e agora está bem lento. Já pensei até em voltar para o Windows 7 caso não consiga solucionar esse problema mas não quero desistir tão facilmente do Linux. Se alguém puder me ajudar, ficarei imensamente agradecido.

·

Comentários

  • editado 10 de abril
    Que ambiente gráfico (MATE, Cinnamon, Xfce, ....) você está utilizando? O sistema está atualizado?

    Se o ambiente utilizado for o Cinnamon, instale e utilize um outro ambiente mais leve (como o MATE ou Xfce) e veja se o problema persiste.
    Post edited by hugoleal85 on
    ·
  • Como você está usando ambiente Mate e está tendo este problema, sugiro tentar o Xfce.

    ·
  • hugoleal85 disse:

    Que ambiente gráfico (MATE, Cinnamon, Xfce, ....) você está utilizando? O sistema está atualizado?

    Se o ambiente utilizado for o Cinnamon, instale e utilize um outro ambiente mais leve (como o MATE ou Xfce) e veja se o problema persiste.

    Estou usando o ambiente gráfico MATE, mas duas coisas me chamaram a atenção. A primeira é que assim que instalei o mint a resolução de tela estava em 640x480, não havendo outra opção de resolução. Pesquisando aqui no fórum vi uma dica de alteração de resolução através do arquivo grub.cfc. Segui os passos e consegui alterar a resolução para 1280x768.

    A segunda é que abrindo o monitor do sistema é possível ver que sempre que abro uma aba do navegador ou acesso um novo endereço os núcleos do processador vão a 100%.

    Será que a alteração da resolução interfere diretamente na capacidade do processador e automaticamente isso interfere na velocidade do note?
    ·
  • Alquintela disse:

    Como você está usando ambiente Mate e está tendo este problema, sugiro tentar o Xfce.

    Pois é, acabei de ver essa dica em outros fóruns e vi muitas recomendações também do Lubuntu para pcs fracos, mas não gostei muito da interface dessa última opção. Além disso, achei muito estranho o Note rodar liso no windows 7 e ficar lento no Mint MATE. Mas vou testar essa versão Xfce para ver como o note se comporta.

    ·
  • editado 14 de abril
    Wallase disse:

    Alquintela disse:

    Como você está usando ambiente Mate e está tendo este problema, sugiro tentar o Xfce.

    Pois é, acabei de ver essa dica em outros fóruns e vi muitas recomendações também do Lubuntu para pcs fracos, mas não gostei muito da interface dessa última opção. Além disso, achei muito estranho o Note rodar liso no windows 7 e ficar lento no Mint MATE. Mas vou testar essa versão Xfce para ver como o note se comporta.

    Quando você trabalha com Linux precisa pensar fora da caixa. Não é porque uma coisa fica ótima no WIndows que ficará no Linux e vice e versa. Veja por exemplo o Amarok que funciona lindamente no Fedora, razoavelmente no Debian e uma carroça no Windows.

    Se eu fosse você tentaria uma iso bootavel com o Mint Cinnamon. Pelo menos num Asus Celeron ele rodou legal. Vale a pena testar.

    Para saber as diferenças entre um e outro, tem uma explicação aqui https://www.oficinadanet.com.br/linux/25027-linux-cinnamon-vs-linux-mate-qual-e-a-diferenca
    Post edited by lcquerido on
    ·
Entre ou Registre-se para fazer um comentário.