Como reparar BadBlocks no Mint 19.1 Cinnamon ?

editado 7 de fevereiro em Dúvidas Iniciais
Boa tarde galera,

Sou novo no fórum, assim como no mundo Linux. Sou bem leigo em relação a tal, mas mesmo com todos os perrengues, pretendo navegar mais fundo nesse universo.

Bom, o problema é o seguinte, eu tenho 2 pc’s que estavam parados em casa a mais ou menos uns 5 ou 6 anos, porém cada um estava faltando algum componente, então o que eu fiz foi juntar o que era utilizável de cada um e montar um verdadeiro “frankestop”. Feito isso, o sistema que estava instalado no HD era o WIN7 que por sinal estava todo bixado, então resolvi colocar o mint 19.1 cinnamon (como já disse, sou leigo no assunto, não sabia qual interface gráfica colocava, e não sei se essa seria a mais adequada para o frankestop, em questões de fluidez).

No início estava funcionando legal, fiz algumas personalizações, instalei 1 ou 2 softwares, e estava desbravando sossegado. Até que começou a travar tudo. Como já havia passado algumas situações semelhantes no windows com alguns outros hd’s que tive, primeiramente pensei logo nos malditos BadBlocks, pois, pela falta de experiência com Linux, não sabia se seria algum motivo referente ao S.O, ou falha minha na instalação (aindan ão entendi muito bem como funciona o particionamento no linux).

Feito isso, comecei a procurar conteúdo na internet sobre como verificar o HD em busca de BadBlocks para poder dar uma remendada, uma vez que no windows eu utilizava ferramentas como HDTune, HDDRegenerator e cia. Vi diversos conteúdos, matérias, fóruns, vários videos e etc, executei alguns comandos na esperança de que obtivesse algum resultados, porém não consigo proceder.

Primeiramente executei o comando badblocks -v /dev/sda1 > badsector.txt em busca dos malditos, e foram encontrados vários, salvos no txt descrito acima. Depois vi que teria que executar outro comando para repará-los, e2fsck -y -l badsector.txt /dev/sda1 (Já tinha dado boot no live pelo pendrive), porém o comando retornava que não existia ou não encontrava o arquivo, algo assim. Depois tentei executar fsck /dev/sda1, porém retornava a mensagem “clean”.

Após isso tentei verificar a saúde do disco pelo SMART, porém diz que o AutoTeste Falhou (img 1). Tentei também utilizar o Smartmontools com o comando smartctl -t long /dev/sda, mas retorna a mensagem dizendo que está com erro na leitura.

Por fim, tentei reiniciar o pc sem o pendrive, e agora fica nessa tela preta GNU/GRUB 2.02 (img 2) e mesmo que eu selecione a primeira opção que é o mint, ele fica em um looping até que caia numa tela escrita “Linux Mint 19.1 Tessa lucas-desktop tty1” a qual requisita meu login, porém fica retornando diversas linhas de comando com a mensagem “Failed to write entry”.

Sei que ficou um pouco confuso, que até eu me perdi, e pode ser que eu tenha confundido a ordem de algum detalhe, ou algo do tipo, além de que, alguns prints eu não tirei, pois agora o sistema não inicia mais. Desculpa se a maneira da qual estou postando não está correta, ou se a sala de discussão não está correta, mas se alguém puder ajudar, ficaria imensamente grato!

PS: Caso haja alguma solução, e der pra isolar esses badblocks, seria necessário reinstalar o linux, digamos que agora sem que utilize esses badblocks???

Configurações do PC:
- CPU: Pentium Dual-Core E5800 @ 2x 3.2ghz;
- GPU: Intel G41 x86;
- RAM: 2gb DDR2;
- HD: Samsung 320gb 7200rpm /16

Desde já, agradeço a atenção de todos :# !!!
Post edited by Alquintela on
img 2.jpeg 149.3K
img 1.jpeg 134.7K
·

Comentários

  • editado 7 de fevereiro
    Eu estava vendo ali a tua sintaxe em relação ao comando usado para fazer a reparação do bad sector, ela está diferente da que encontrei neste tutorial aqui

    https://devblog.drall.com.br/detectando-e-corrigindo-badblocks-do-hd-no-linux

    Para esta configuração de hardware eu optaria pelo ambiente Xfce
    Post edited by Alquintela on

    ·
  • Não consigo acessar o link, o malwarebytes (estou em um note win10) está bloqueando-o como trojan. Devo desabilitar?

    O Xfce é mais leve em relação ao Cinnamon?

    Obrigado!!
    ·
  • lucasbueno disse:

    Não consigo acessar o link, o malwarebytes (estou em um note win10) está bloqueando-o como trojan. Devo desabilitar?

    O Xfce é mais leve em relação ao Cinnamon?

    Obrigado!!

    Talvez não seja trojan, mas provavelmente minera criptomoeda. Eu vi aqui pelo meu monitor do sistema que ele estava usando 100% da minha CPU. Fechei a aba com dele e o consumo de CPU caiu para uma média de 15%. Melhor não acessar de um Windows.

    O Xfce é bem mais leve que o Cinnamon.


    ·
  • Certo, entendi!!
    Mas então eu deveria formatá-lo outra vez? Pois, agora eu não consigo nem acessar o sistema mais, pq não sai da tela que eu especifiquei ali em cima.

    Será que fazer a verificação dos badblocks desse hd por um pc windows, com algum software, seria mais eficaz?
    Por exemplo, conectá-lo nesse pc que eu estou e rodar um HDTune ou o HDDRegenerator, ou mesmo o chkdsk?

    Obrigado pela atenção!
    ·
  • Você formata, mas antes faz a reparação dos badblocks pelo pendrive numa live session.

    https://sejalivre.org/corrigindo-bad-sector-linux/

    https://www.blogson.com.br/como-isolar-bad-blocks-do-seu-hd-com-linux/

    Olha aí esses tutoriais. Parece que é melhor realizar a operação de isolamento dos badblocks a partir de um dispositivo externo (pendrive) e não a partir do próprio hd que se quer reparar.

    ·
  • editado 16 de fevereiro
    Bom, seguindo as instruções do 2º link, blogson, realizei os procedimentos, porém ainda não obtive êxito.
    Primeiramente, executei o Zero Fill que ele indica, a partir da Live do Mint que eu já tinha mesmo, o qual concluiu sem nenhum erro (img 1) e logo em seguida executei o comando badblock, indicado na 2º parte do artigo (img 2).

    Porém, olhando os comentários do artigo, vi uma postagem referente ao e2fsck que deveria ser executado para o isolamento dos badblocks (assim como eu já havia tentado fazer), mas, segui como dito no artigo, e agora o comando está me retornando problema referente a superblocos (?) (img 3).

    Devo proceder com algum outro comando? Ou tentar instalar o s.o assim mesmo e ver no que da?
    Aparentemente a quantidade de badblocks reduziu significativamente com o zerofill, acredito eu, pois antes eram, se não me falha a memória, bem mais de 500.
    Post edited by lucasbueno on
    img 3.jpeg 168.1K
    img2.jpeg 116.2K
    img1.jpeg 236.8K
    ·
Entre ou Registre-se para fazer um comentário.