Qual Interface do Mint escolher?

Sou novo no Linux e gostaria de começar usando o Linux Mint, mas me deparei com quatro versões, ou melhor, interfaces. Já recebi a dica de começar com o a interface MATE, mas não encontrei quaisquer explicações do porque de tal escolher. Desse modo, eu gostaria de entender melhor quais são as principais diferenças entre cada uma desta interfaces e qual a vantagem em se usar uma ou outra? Valeu Galera! Obrigado!
·

Comentários

  • editado maio de 2017
    A escolha leva em consideração três aspectos principais: desempenho, estabilidade e gosto.

    • Sobre o desempenho: A grosso modo, se você tem uma máquina poderosa, pode usar tranquilamente o Cinnamon e o KDE, que exigem mais do equipamento devido seu apelo gráfico bem acentuado (muitos efeitos). Já se seu PC é mais "fraquinho", recomenda-se usar o MATE e, principalmente, o Xfce, que são ambientes mais leves. Contudo, se, mesmo com um computador mais potente, você quiser mais desempenho, escolha o MATE ou Xfce, que, corretamente configurados, ficam muito bonitos;
    • Sobre estabilidade: Vários são os relatos de bugs e travamentos no uso do Cinnamon e do KDE, o que não ocorre em relação ao MATE ou Xfce. Estes últimos ambientes, para muitos, parecem estar mais "maduros";
    • Sobre gosto: Este aspecto é puramente subjetivo! Depende de sua experiência de uso, levando em consideração a beleza, usabilidade, etc.
    Poste aqui a configuração de seu PC, por favor.

    Fique com Deus.
    Post edited by malvescardoso on
    ·
  • Minha máquina é um Notebook CCE win T546L+. Ele possui um processador i5 M450 2.4 Ghz, memória RAM DDR3 com 4 GB e um HD Toshiba de 640 GB.
    ·
  • A escolha leva em consideração três aspectos principais: desempenho, estabilidade e gosto.


    • Sobre o desempenho: A grosso modo, se você tem uma máquina poderosa, pode usar tranquilamente o Cinnamon e o KDE, que exigem mais do equipamento devido seu apelo gráfico bem acentuado (muitos efeitos). Já se seu PC é mais "fraquinho", recomenda-se usar o MATE e, principalmente, o Xfce, que são ambientes mais leves. Contudo, se, mesmo com um computador mais potente, você quiser mais desempenho, escolha o MATE ou Xfce, que, corretamente configurados, ficam muito bonitos;
    • Sobre estabilidade: Vários são os relatos de bugs e travamentos no uso do Cinnamon e do KDE, o que não ocorre em relação ao MATE ou Xfce. Estes últimos ambientes, para muitos, parecem estar mais "maduros";
    • Sobre gosto: Este aspecto é puramente subjetivo! Depende de sua experiência de uso, levando em consideração a beleza, usabilidade, etc.
    Poste aqui a configuração de seu PC, por favor.

    Fique com Deus.
    Minha máquina é um Notebook CCE win T546L+. Ele possui um processador i5 M450 2.4 Ghz, memória RAM DDR3 com 4 GB e um HD Toshiba de 640 GB.
    ·
  • lucenalex disse:

    Minha máquina é um Notebook CCE win T546L+. Ele possui um processador i5 M450 2.4 Ghz, memória RAM DDR3 com 4 GB e um HD Toshiba de 640 GB.

    Com esta configuração você roda tranquilamente qualquer uma das interfaces.

    ·
  • Alquintela disse:

    lucenalex disse:

    Minha máquina é um Notebook CCE win T546L+. Ele possui um processador i5 M450 2.4 Ghz, memória RAM DDR3 com 4 GB e um HD Toshiba de 640 GB.

    Com esta configuração você roda tranquilamente qualquer uma das interfaces.
    Ok Alquintela, agradeço o comentário. Na verdade eu já imaginava que poderia usar qualquer um dos sistemas gráficos. A minha dúvida gira talvez em torno do que eu perderia optando por uma interface ou por outra. O que eu perco se eu opta pelo Mate ao invés do Cinnamom ou se eu optar pelo Xfce ao invés do MATE. Há alguma vantagem, além do desempenho ou dos possíveis problemas com burgs, em escolher uma interface ou outra?

    ·
  • Com a tua configuração você praticamente não sentirá muita diferença por rodar Xfce ou Cinnamon. As diferenças são pequenas em relação ao desempenho. No mais, a vantagem em usar este ou aquele ambiente vai depender do fator afetivo, mais que o fator desempenho. Quando falo em fator afetivo quero dizer de uma somatória que envolve fatores como experiência de uso cotidiano, aspectos estéticos, memória de outros ambientes que você já usou, compatibilidade entre o que você deseja e o que o ambiente te oferece e por aí vai. Ou seja, vai depender exclusivamente do seu gosto e experiência pessoal e para isso você terá de usá-los para saber qual é aquele que melhor combina contigo!

    ·
  • Alquintela disse:

    Com a tua configuração você praticamente não sentirá muita diferença por rodar Xfce ou Cinnamon. As diferenças são pequenas em relação ao desempenho. No mais, a vantagem em usar este ou aquele ambiente vai depender do fator afetivo, mais que o fator desempenho. Quando falo em fator afetivo quero dizer de uma somatória que envolve fatores como experiência de uso cotidiano, aspectos estéticos, memória de outros ambientes que você já usou, compatibilidade entre o que você deseja e o que o ambiente te oferece e por aí vai. Ou seja, vai depender exclusivamente do seu gosto e experiência pessoal e para isso você terá de usá-los para saber qual é aquele que melhor combina contigo!

    Nesta linha, não tem muito o que fazer, senão testar cada um dos ambientes e ver qual agrada mais. Para isto, você pode instalar cada versão máquinas virtuais, se souber como criar; criar partições pequenas dentro do HD para os vários ambientes ou ainda instalar um ambiente por vez e testar por temporada. Sei que parece um trabalho chato, mas te dará uma real experiência.

    Sucesso!

    Fique com Deus.
    ·
  • Como as amigos disseram, você ir testando uma versão de cada vez.
    Faça dessa maneira que você não vai se arrepender.

    Linux Mint Mate - 32 bits
    ·
Entre ou Registre-se para fazer um comentário.