ANUNCIO GOOGLE

Tradução melhorada do Mint Rafaela Cinnamon

editado setembro de 2015 em Ambientes Nativos
Considero que o ponto fraco da versão em português brasileiro do Linux Mint é a tradução deficiente, então resolvi revisar e editar diversos arquivos de tradução ".mo" localizados nas pastas /usr/share/linuxmint/locale/pt_BR/LC_MESSAGES, /usr/share/locale/pt_BR/LC_MESSAGES e /usr/share/mdm/locale/pt_BR/LC_MESSAGES e disponibilizá-los para download pelo link "https://drive.google.com/file/d/0B1aejj4xen6zbERiYTVpbFI4Mjg/view?usp=sharing".

Para as alterações fazerem efeito, basta reiniciar o Cinnamon (Ctrl+Alt+Esc) após a substituição dos arquivos ".mo".

Os arquivos ".po" não precisam ser copiados para as pastas citadas. Eles servem apenas para ser editados com o programa Poedit, conforme explico a seguir, e eu os incluí no arquivo compactado apenas para facilitar para quem quiser editá-los.

Infelizmente meu trabalho não pôde ficar completo, pois, como eu alterei o nome traduzido de diversos aplicativos, seria necessário editar a tradução do menu principal do Cinnamon para fazer as alterações necessárias (por exemplo, substituir "Cantos de atalho" por "Cantos Ativos"), mas não consegui descobrir qual é o arquivo que contém essa tradução. Eu criei um tópico neste fórum e no fórum em inglês, mas não recebi a resposta de que precisava. Também enviei um e-mail ao Clem, mas ele não respondeu (acredito que seja por falta de tempo).

Sendo assim, quem resolver utilizar os meus arquivos terá que se conformar com esse defeito.

Para quem quiser saber como é o procedimento para editar os arquivos ".mo", é o seguinte:

1) copie o arquivo ".mo" para a sua pasta pessoal;
2) abra o terminal e utilize o comando "msgunfmt [i]nome_do_arquivo[/i].mo -o [i]nome_do_arquivo[/i].po" (sem as aspas) para criar a versão ".po" do arquivo;
3) edite o arquivo ".po" com o Poedit e, ao salvar as alterações e fechar o programa, este automaticamente cria a versão ".mo" do arquivo editado e sobrescreve o arquivo original (o comando "msgfmt [i]nome_do_arquivo[/i].po -o [i]nome_do_arquivo[/i].mo" (sem as aspas) também faz isso).

Como eu não pretendo ter esse trabalho de revisar a tradução a cada nova versão lançada do Mint, resolvi substituí-lo pelo Ubuntu.

Valeu, Linux Mint! E bom proveito para todos que optarem por utilizar os meus arquivos.
·

Comentários

  • editado setembro de 2015
    [img width=200]https://upload.wikimedia.org/wikipedia/commons/thumb/b/be/YourCountryNeedsYou.jpg/209px-YourCountryNeedsYou.jpg[/img]

    Por que você não conserta essa tradução na tradução oficial, se cadastra no site e revisa as traduções.

    [u]https://translations.launchpad.net/linuxmint/latest/+lang/pt_BR[/u]
    ·
  • editado setembro de 2015
    Wellington e hugoleal85, a resposta está no seguinte tópico: http://www.linuxmint.com.br/forum/t-6716/d%C3%BAvida-referente-a-arquivos-de-tradu%C3%A7%C3%A3o.html?&forum=30&post_id=44041#forumpost44041.

    Aproveito para solicitar que, caso tenham feito o download do arquivo compactado, façam-no novamente, pois eu fiz algumas alterações em dois arquivos.
    ·
Entre ou Registre-se para fazer um comentário.
ANUNCIO GOOGLE